Número de crianças matriculadas na escola sobe no Brasil

A educação sempre foi uma questão para o país, que já enfrentou um cenário profissional e educacional preocupante. Entretanto, vale mencionar que as políticas educacionais do país receberam incentivo através de programas e recursos que visam aproximar as crianças da escola.

Essas políticas deram certo para algumas regiões e a prova disso está no número de crianças matrículas das instituições de ensino. Mas o que justificaria esse aumento?

Matrícula Fácil

Um dos possíveis fatores que levaram a melhoria do cenário de crianças e jovens matriculados nas instituições pode estar relacionado a proposta da matrícula fácil. Essa opção permite que os pais e responsáveis garantam a vaga das crianças em instituições da rede pública sem precisar se dirigir até a unidade.

Sendo assim, ficou bem mais prático e rápido efetuar a matrícula dos pequenos na escola. A expectativa é que a popularização da Matrícula Fácil 2020 permite um número ainda mais satisfatório para os próximos anos. Afinal, os país podem evitar escolas congestionadas e a falta de vagas nas instituições, apenas acessando o site da Secretária da Educação.

Bolsa Família

Um outro fator que pode estar justificando o aumento de matrículas nas escolas, é o também crescimento de famílias cadastradas no Bolsa Família. O programa de transferência de renda tem algumas exigências para a inscrição e para a permanência no sistema, sendo uma delas a obrigatoriedade das crianças cadastradas estarem matriculadas na escola.

Pesquisas indicaram um aumento significativo de famílias recebendo o auxílio do programa este ano. E como esse fator foi agregado a popularização da Matrícula Fácil, os números foram muito positivos para a educação. A expectativa é que esse ano, ainda mais famílias estejam solicitando o benefício em decorrência do cenário de desemprego no país.

Programas de bolsas de estudo

Pensando a longo prazo, podemos apontar também como um gerador do aumento de crianças nas escolas a possibilidade de se capacitar no ensino médio e depois. Existem muitos programas de incentivo ao estudo, tais como o Pronatec, o maior sistema distribuidor de vagas para o ensino técnico.

Essas propostas tem ficado cada vez mais populares, principalmente para o ensino médio. Isso porque, o sistema de ensino integral tem sido instalado em mais instituições da rede pública. O ensino integral tem dado certo e de acordo com números divulgados pelo Ministério da Educação, espera-se que cada estado tenha, pelo menos, 100 escolas inclusas no modelo.